Observatório da Economia Contemporânea, um blog de CartaCapital

Carta Capital

Observatório da Economia Contemporânea

Promove a discussão de uma ampla gama de temas pautados pela conjuntura, com textos de economistas, cientistas sociais, professores e pesquisadores de diversas instituições

Mercado de trabalho, políticas de transferência de renda e condições de vida da população brasileira

Observatório da Economia Contemporânea

Mercado de trabalho, políticas de transferência de renda e condições de vida da população brasileira

Faz-se urgente a mudança de prioridades das políticas públicas e a remoção das amarras institucionais que impedem o real desenvolvimento da Nação

Por João Hallak Neto, Barbara Cobo e André Simões | 25.03.2022 14h21
Uma nova dinâmica do comércio mundial: a importância das cadeias produtivas internas

Observatório da Economia Contemporânea

Uma nova dinâmica do comércio mundial: a importância das cadeias produtivas internas

Com o conflito entre Rússia e Ucrânia, acirraram-se as sanções econômicas e a necessidade cadeias produtivas internas mais densas e diversificadas

Por Uallace Moreira | 18.03.2022 14h57
A Petrobras em 2021: lucro acima de tudo, dividendos acima de todos

Observatório da Economia Contemporânea

A Petrobras em 2021: lucro acima de tudo, dividendos acima de todos

Ganham os acionistas e perdem os consumidores e a empresa, que não amplia os seus investimentos, mesmo com enorme montante de lucros

Por Eduardo Costa Pinto | 11.03.2022 15h52
Os desafios do Brasil na retomada de uma política industrial

Observatório da Economia Contemporânea

Os desafios do Brasil na retomada de uma política industrial

País precisa parar de seguir na contramão do mundo, ao ignorar as experiências já em andamento em outras economias nacionais

Por Antônio Carlos Diegues, José Eduardo Roselino, Marcos Barbieri Ferreira e Renato Garcia | 05.03.2022 05h50
A estabilização de preços dos combustíveis no Brasil

Economia

A estabilização de preços dos combustíveis no Brasil

Há várias consequências deletérias da adoção do PPI para a economia. A primeira, direta, é o impacto nos orçamentos das famílias, em particular, as mais pobres

Por Ricardo Carneiro e Bruno Moretti | 10.02.2022 05h55