Carta Capital

valerioduto

Mendes pede inquérito à PGR contra CartaCapital

Mendes pede inquérito à PGR contra CartaCapital

Estranha, na atitude do ministro do STF, que ele não tenha contratado advogado para se defender como pessoa física

Por CartaCapital | 14.08.2012 12h04
Mendes pede inquérito à PGR contra CartaCapital

Mendes pede inquérito à PGR contra CartaCapital

Estranha, na atitude do ministro do STF, que ele não tenha contratado advogado para se defender como pessoa física

Por CartaCapital | 14.08.2012 12h04
O argumento da fraude caiu

O argumento da fraude caiu

Novos documentos e novos fatos reforçam as denúncias em Minas

Por CartaCapital | 07.08.2012 14h28
O argumento da fraude caiu

O argumento da fraude caiu

Novos documentos e novos fatos reforçam as denúncias em Minas

Por CartaCapital | 07.08.2012 14h28
Dirceu e o 'mensalão'

Dirceu e o 'mensalão'

Se tivessem resistido às pressões, as CPIs e o MPF achariam os elos de Dirceu com o núcleo do esquema: a venda da Telemig, um dos tantos lobby de Marcos Valério no governo, para beneficiariar Daniel Dantas

Por CartaCapital | 06.08.2012 13h25
Dirceu e o 'mensalão'

Dirceu e o 'mensalão'

Se tivessem resistido às pressões, as CPIs e o MPF achariam os elos de Dirceu com o núcleo do esquema: a venda da Telemig, um dos tantos lobby de Marcos Valério no governo, para beneficiariar Daniel Dantas

Por CartaCapital | 06.08.2012 13h25
A pandora de Gurgel

A pandora de Gurgel

Mais do que o próprio STF, quem será julgado pela opinião pública em primeiro lugar é o procurador-geral da República

Por CartaCapital | 02.08.2012 07h50
A pandora de Gurgel

A pandora de Gurgel

Mais do que o próprio STF, quem será julgado pela opinião pública em primeiro lugar é o procurador-geral da República

Por CartaCapital | 02.08.2012 07h50
Juiz? Não, réu

Juiz? Não, réu

O ministro Gilmar Mendes aparece entre os beneficiários do caixa 2 da campanha da reeleição de Eduardo Azeredo em 1998, operado por Marcos Valério

Por CartaCapital | 01.08.2012 19h06
Juiz? Não, réu

Juiz? Não, réu

O ministro Gilmar Mendes aparece entre os beneficiários do caixa 2 da campanha da reeleição de Eduardo Azeredo em 1998, operado por Marcos Valério

Por CartaCapital | 01.08.2012 19h06