Carta Capital

Produto Interno Bruto

Brasil evita recessão acentuada, mas contas públicas preocupam, diz OCDE

Brasil evita recessão acentuada, mas contas públicas preocupam, diz OCDE

Projeções apontam que a atividade no País retorne a um patamar próximo do nível pré-pandêmico apenas no final de 2022

Por RFI | 01.12.2020 10h30
PIB retrai 1,5% no 1º trimestre já com impactos do coronavírus, diz IBGE

PIB retrai 1,5% no 1º trimestre já com impactos do coronavírus, diz IBGE

Principal indicador de retração foi queda de 1,6% no setor de serviços, que representa 74% do PIB brasileiro, analisa o órgão

Por CartaCapital | 29.05.2020 09h43
PIB do Brasil ainda está abaixo do pico registrado em 2014

PIB do Brasil ainda está abaixo do pico registrado em 2014

IBGE divulgou nesta terça-feira 3 que o Produto Interno Bruto cresceu 0,6% no terceiro trimestre de 2019

Por CartaCapital | 03.12.2019 12h22
PIBinho: crescimento da economia no segundo trimestre foi de 0,4%

PIBinho: crescimento da economia no segundo trimestre foi de 0,4%

O resultado representa um cenário ainda enfraquecido no ritmo de recuperação da atividade econômica brasileira

Por CartaCapital | 29.08.2019 11h32
PIBinho: economia brasileira repete em 2018 crescimento de 2017

PIBinho: economia brasileira repete em 2018 crescimento de 2017

Resultado fica abaixo da expectativa de economistas, que previam alta de 3% no início do ano passado, e deixa uma herança fraca para 2019

Por Deutsche Welle | 28.02.2019 12h40
A indústria retrocede em uma reação em cadeia

A indústria retrocede em uma reação em cadeia

Entre todas as agruras da indústria, nenhuma supera a do câmbio valorizado, causa da queda do PIB nos últimos 20 anos

Por CartaCapital | 08.04.2016 18h28
O Brasil precisa apostar na indústria

O Brasil precisa apostar na indústria

É preciso criar um ambiente favorável para o setor industrial competir com os produtos importados e voltar a crescer

Por CartaCapital | 12.08.2014 10h15
Por que a indústria e o PIB desabam

Por que a indústria e o PIB desabam

O definhamento da manufatura é o principal desafio do próximo governo e a sua recuperação passa pela desvalorização do real

Por CartaCapital | 12.08.2014 04h39