CartaExpressa

Presidente do Republicanos faz críticas a Bolsonaro após desavenças com Tarcísio: ‘Está se isolando’

Marcos Pereira elevou o tom das críticas ao ex-presidente depois da discordância em relação à Reforma Tributaria

O deputado federal Marcos Pereira discursa diante de Bolsonaro em 2019. Foto: Marcos Corrêa/PR
Apoie Siga-nos no

O presidente do Republicanos, Marcos Pereira, elevou o tom das críticas ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) após o desentendimento com o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos) sobre a reforma tributária, aprovada na Câmara na madrugada desta sexta-feira 7.

As críticas do antigo integrante da base de Bolsonaro no Congresso ocorrem após a reunião do PL, em que o governador paulista expressava seu apoio ao texto e foi interrompido por Bolsonaro, seu padrinho político, que irritado afirmou que o projeto não seria aprovado se o PL estivesse “unido”.

Os episódios de hoje [quinta-feira] não isolam Bolsonaro, porque ele já se isolou e vem se isolando pelo seu próprio comportamento. Entregou a eleição para o Lula por causa do comportamento dele. Vem se isolando quando começa a brigar com o Judiciário, quando lá no início do governo briga com o Parlamento, quando ele é contra a vacina”, declarou Pereira em entrevista ao O Globo.

“Nós somos de centro-direita, e ele é de extrema direita. Os extremos são duas faces da mesma moeda, tanto a extrema esquerda quanto a extrema direita, fazem mal para a sociedade. O governador é de centro-direita, não é radical”, completou o dirigente partidário sobre o antigo aliado.

Bolsonaro liderou, nos últimos dias, uma cruzada contra a proposta do governo Lula. Tentou minar o apoio da direita, mas sofreu nova derrota. Na Câmara, o texto foi aprovado em dois turnos com maioria confortável. A reforma teve, inclusive, 20 votos do PL mesmo diante da articulação de Bolsonaro. Parlamentares chegaram a ironizar a ‘traição’ ao ex-presidente.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Assine a edição semanal da revista ou contribua com o quanto puder.