'Reajuste é importante para garantir que o mercado siga sendo suprido sem riscos de desabastecimento', afirmou a empresa

Bruna Morato também declarou que, para a operadora, 'é muito mais barato disponibilizar medicamentos do que providenciar internação'