Política

Randolfe e Eliziane pedem prisão de Roberto Jefferson por ataques à ministra do TSE

Ministra do TSE foi xingada pelo ex-deputado após a Corte decidir, por 4 votos a 3, punir a emissora Jovem Pan por fake news

O ex-deputado federal Roberto Jefferson. Foto: Reprodução/Redes Sociais
Apoie Siga-nos no

Os líderes da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede) e Eliziane Gama (Cidadania) acionaram o Supremo Tribunal Federal, neste domingo 23, pedindo a prisão do ex-deputado federal Roberto Jefferson por ataques feitos à ministra do Tribunal Superior Eleitoral, Cármen Lúcia.

Após a Corte Eleitoral decidir contra a rede bolsonarista Jovem Pan por declarações de comentaristas consideradas distorcidas ou ofensivas a Lula (PT), Jefferson comparou a ministra a uma “prostituta”. O voto da ministra foi acompanhado por outros 3 magistrados que integram o Tribunal.

Segundo os senadores, o ex-deputado “ultrapassou os limites do aceitável” ao atacar a ministra “em razão de sua atividade jurisdicional”.

O ex-deputado já cumpre prisão domiciliar por suspeitas de participação em atos antidemocráticos. Conforme a ação protocolada neste domingo, a prisão se faz necessária “diante da ineficácia das medidas cautelares alternativas à prisão, inclusive a prisão domiciliar”.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo