Política

Caso Arthur do Val ‘fragilizou a candidatura de Moro’, diz Doria

Apesar de condenar as declarações do deputado estadual, o ex-juiz desconversou sobre a cassação do parlamentar

Foto: Rovena Rosa/EBR
Foto: Rovena Rosa/EBR
Apoie Siga-nos no

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que o caso envolvendo as declarações sexistas do deputado Arthur do Val, membro do MBL, fragilizou a candidatura do ex-juiz Sergio Moro (Podemos) à Presidência da República.

Após a exposição dos áudios, o deputado se desfiliou do Podemos, retirou sua pré-candidatura ao governo paulista e se afastou do MBL.

“Machucou, na minha visão, a candidatura do Sergio Moro, ainda que ele tenha tido a atitude correta, a meu ver, de repugnar e condenar os áudios e a postura do Arthur do Val. Mas feriu a candidatura dele e feriu também o Podemos”, afirmou o tucano na segunda-feira 14.

“Fragilizou a candidatura do Sergio Moro, eu tenho que admitir isso. Sem desejar falar mal do Sergio Moro. E fragilizou o Podemos também. […] Foi um dano grande, não foi pequeno não”, completou. 

Após o incidente, Moro desconversou sobre uma possível cassação do mandato do deputado. “Essa é uma conversa da Assembleia Legislativa de São Paulo”, disse ele à Folha.

“Eu já dei a minha opinião sobre esse assunto. Uma coisa [o caso de Arthur] não se confunde com outra [a aliança com o MBL]. [A parceria] continua firme e forte. Estamos trabalhando para construir a candidatura. Estamos em fase de pré-campanha. Nada mudou. A avenida da construção de uma candidatura alternativa a esses extremos Lula e Bolsonaro permanece”, afirmou o ex-juiz sobre o MBL.

Marina Verenicz
Repórter do site de CartaCapital

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.