CartaExpressa

Podemos confirma a desfiliação de Arthur do Val após áudios sobre mulheres ucranianas

Além disso, o parlamentar é alvo de 12 representações na Alesp que pedem pela cassação de seu mandato

O deputado estadual paulista Arthur do Val. Foto: Reprodução
O deputado estadual paulista Arthur do Val. Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O Podemos acatou, nesta terça-feira 8, o pedido de desfiliação apresentado pelo deputado estadual Arthur do Val, autor de áudios machistas e misóginos se referindo a mulheres ucranianas. O parlamentar estava filiado à legenda há cerca de 30 dias.

O partido havia aberto um processo disciplinar para apurar a conduta do parlamentar e que poderia levar à sua expulsão. A sigla justificou que a realização do processo era necessária para resguardar o direito à ampla defesa e ao contraditório. O pedido foi assinado por Márcia Pinheiro, presidente do Podemos Mulher Nacional.

Em nota, o partido afirmou que “não tolera sexismo ou qualquer tipo de comportamento preconceituoso de seus filiados”.

Além disso, Do Val é alvo de 12 representações na Alesp que pedem pela cassação de seu mandato. Um dos pedidos contém a assinatura de 17 deputados, de cinco partidos diferentes, da esquerda à direita.

Assim que todas as ações forem autuadas, elas serão enviadas aos deputados e, uma vez intimado, Do Val terá cinco dias corridos para apresentar a defesa prévia.

Então, a presidenta da comissão do Conselho de Ética da Assembleia Legislativa de São Paulo, Maria Lúcia Amary (PSDB) deve convocar uma reunião para unificar os pedidos num único documento e dar prosseguimento ao caso. Se a admissibilidade da ação for aprovada, ela deve nomear um relator, que terá até 15 dias para apresentar seu parecer, a ser votado pelo colegiado.

 

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.