CartaExpressa

EUA, Egito, Israel e Catar se reúnem em Paris para discutir possível trégua em Gaza

Objetivo de avançar em direção a um acordo que inclua uma trégua nos combates

Foto: Said Khatib/AFP
Apoie Siga-nos no

O diretor da CIA, William Burns, e autoridades do Egito, Catar e Israel discutiram neste domingo 28, em Paris, sobre um eventual acordo para uma trégua na guerra de Gaza, informaram fontes próximas aos participantes das reuniões.

Egito, Catar, Estados Unidos e Israel também entraram em contato com as autoridades francesas, informaram as mesmas fontes, com o objetivo de avançar em direção a um acordo que inclua uma trégua nos combates e a libertação de reféns retidos pelo movimento islamista Hamas na Faixa de Gaza.

Balanço

O Ministério da Saúde do Hamas um balanço atualizado de 26.422 mortos, a maioria mulheres, crianças e adolescentes, na Faixa de Gaza desde o início da guerra entre Israel e o movimento islamista palestino.

Segundo o Hamas, 165 pessoas morreram nas últimas 24 horas. O movimento islamista também registrou 65.087 feridos desde o início do conflito, em 7 de outubro.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Assine a edição semanal da revista ou contribua com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo