Justiça

Lewandowski reforça: Justiça deve garantir a Lula acesso a mensagens da Vaza Jato

10ª Vara Federal Criminal do DF tem dez dias para cumprir decisão

Ricardo Lewandowski e Lula. Fotos: Nelson Jr./STF e Ricardo Stuckert
Ricardo Lewandowski e Lula. Fotos: Nelson Jr./STF e Ricardo Stuckert
Apoie Siga-nos no

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), reforçou nesta quinta-feira 31 sua determinação para que a Justiça do Distrito Federal libere ao ex-presidente Lula o acesso a mensagens de procuradores obtidas na Operação Spoofing, que investigou um grupo de hackers que invadiu celulares de autoridades, incluindo procuradores da força-tarefa da Lava Jato, o ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro e o presidente Jair Bolsonaro.

As conversas, obtidas pelo site The Intercept Brasil, deram origem à série de reportagens conhecida como “Vaza Jato”.

A decisão, tomada no dia 28 de dezembro, deveria ser cumprida pela 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal. A defesa de Lula, no entanto, recorreu ao STF após não obter acesso ao material que foi despachado para o Ministério Público Federal (MPF).

“Reforço, assim, que a decisão proferida no dia 28/12/2020 deve ser cumprida independentemente de prévia intimação ou manifestação do MPF, sobretudo para impedir que venham a obstar ou dificultar o fornecimento dos elementos de prova cujo acesso o STF autorizou à defesa do reclamante”, ordenou o ministro.

Conforme a determinação de Lewandowski no dia 28, Lula deve obter as conversas que “lhe digam respeito, direta ou indiretamente, bem assim as que tenham relação com investigações e ações penais contra ele movidas na 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba ou em qualquer outra jurisdição, ainda que estrangeira”.

A decisão do ministro deve ser cumprida em até dez dias pela Justiça do DF com o apoio de peritos da Polícia Federal. No despacho, Lewandowski indicou também que os arquivos colhidos pela Operação Spoofing somam cerca de 7 terabytes de dados, “envolvendo inclusive terceiras pessoas”, os quais “deverão permanecer sob rigoroso sigilo”.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.