CartaExpressa

Deltan diz ter recebido ‘espontaneamente’ mais de R$ 130 mil nas últimas 24 horas

Segundo ele, o dinheiro viria de ‘brasileiros indignados com a injustiça da condenação’ no caso do PowerPoint contra Lula

Deltan Dallagnol, exprocurador da força-tarefa da Lava Jato. Foto: Antônio Leal / MPDFT
Deltan Dallagnol, exprocurador da força-tarefa da Lava Jato. Foto: Antônio Leal / MPDFT
Apoie Siga-nos no

O ex-procurador Deltan Dallagnol, condenado pelo Superior Tribunal de Justiça a indenizar o ex-presidente Lula por danos morais no caso do PowerPoint, afirmou nesta quarta-feira 23 ter recebido “espontaneamente”, nas últimas 24 horas, mais de 130 mil reais em doações.

Segundo ele, o dinheiro viria de “brasileiros indignados com a injustiça da condenação”.

A maioria da Quarta Turma do STJ acolheu parcialmente os argumentos de Lula e fixou a indenização em 75 mil reais, mais correção monetária e juros. No processo, o petista pedia indenização de 1 milhão de reais devido à famosa entrevista concedida por Dallagnol em 2016 com o auxílio de um PowerPoint. Naquela ocasião, o então chefe da Lava Jato explicava uma denúncia contra o ex-presidente no caso do triplex do Guarujá (SP).

“Essa enorme demonstração de apoio me passa a seguinte mensagem: ‘Pode ir à linha de frente lutar contra a corrupção que nós estamos com você. Você não ficará desamparado. Essa causa é nossa. Não desista. Siga em frente contra a corrupção e a injustiça'”, escreveu Dallagnol nas redes sociais nesta quarta.

Em 2021, o Supremo Tribunal Federal aplicou um revés a Dallagnol com a anulação de condenações de Lula (inclusive no processo do triplex) e o reconhecimento da suspeição de seu aliado Sergio Moro (Podemos).

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.