Sociedade

Empresário do cantor Alexandre Pires deixa a prisão após habeas corpus

Matheus Possebon é investigado, juntamente com outros empresários e garimpeiros, por transações com cassiterita, minério extraído ilegalmente da Terra Indígena Yanomami

Matheus Possebon (à direita) foi preso pela Polícia Federal de Santos. Créditos: Reprodução/Redes sociais
Apoie Siga-nos no

O empresário do cantor Alexandre Pires, Matheus Possebon, deixou a prisão em Tremembé, na manhã deste sábado 9, após conseguir um habeas corpus na Justiça Federal.

Possebon deixou a penitenciária Doutor José Augusto Salgado, conhecida como P2 de Tremembé, por volta das 12h30, na companhia de seus advogados.

O empresário foi preso preventivamente pela Polícia Federal de Santos, na segunda-feira 4, depois de desembarcar de um cruzeiro temático do cantor Alexandre Pires. Ele estava na unidade prisional desde a manhã da última sexta-feira.

Possebon é investigado, juntamente com outros empresários e garimpeiros, por supostamente movimentar R$ 250 milhões em transações com cassiterita, minério extraído ilegalmente da Terra Indígena Yanomami, segundo a polícia.

O habeas corpus ao empresário foi concedido pelo Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF-1) na noite da sexta-feira 8.

Na decisão, a desembargadora Maria do Carmo Cardoso apontou que existem “diversas situações fáticas que ainda merecem esclarecimentos” no que diz respeito à investigação. Ainda de acordo com a magistrada, apesar do volume de informações na decisão que determinou a prisão do empresário, há fragilidade quanto à comprovação da periculosidade dos investigados e repetição dos supostos crimes.

A Justiça, no entanto, determinou condições para que Possebon permaneça em liberdade, tais como: comparecimento periódico em juízo para informar e justificar suas atividades; comparecer a todos os atos do processo; comunicar qualquer alteração de endereço.

A prisão preventiva poderá ser decretada novamente em caso de descumprimento das condicionantes.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo