Política

PF aposenta delegado bolsonarista cassado por fake news

Fernando Francischini, que era delegado da PF, perdeu o cargo de deputado estadual no Paraná após disseminar notícias falsas contra as urnas eletrônicas

Fernando Francischini: ele participou da elaboração do plano de ação da PM, diz o comando da polícia
Apoie Siga-nos no

A Polícia Federal declarou o encerramento da carreira de delegado do ex-deputado estadual do Paraná Fernando Francischini.

Um despacho publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira 6 concede a aposentadoria ao delegado bolsonarista por tempo de serviço.

Apesar de ainda não ter alcançado a idade mínima para se aposentar, Francischini teve direito ao benefício devido a um período adicional de contribuição.

Apontado como um dos principais cabos eleitorais de Jair Bolsonaro (PL) na campanha de 2018, Francischini foi o primeiro político a ter seu mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral por disseminação de fake news.

Em outubro de 2021, a Corte Eleitoral considerou o deputado estadual do Paraná culpado por uso indevido dos meios de comunicação, abuso de poder político e de autoridade por espalhar notícias falsas sobre fraudes nas urnas eletrônicas na eleição presidencial de 2018.

Na ocasião, o TSE também optou pela inelegibilidade de Francischini por oito anos, contados a partir das últimas eleições – ou seja, até 2026.

A ação analisou uma live transmitida pelo parlamentar nas redes sociais no dia das eleições de 2018, alegando que os equipamentos não registrariam os votos corretamente. Ele foi eleito com 427 mil votos.

Em junho deste ano, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal confirmou a decisão do TSE que cassou o mandato do deputado estadual Fernando Francischini.

Atualmente, o ex-deputado ocupa um cargo comissionado na Secretaria de Justiça do governo Ratinho Júnior, no Paraná, recebendo como salário bruto, 10.095,25 reais.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo