CartaExpressa

Milei diz que Lula ‘será bem recebido’ se decidir ir à sua posse

Durante a campanha, o recém-eleito presidente da Argentina acusou o petista de “corrupto” e prometeu cortar relações com o Brasil

O presidente eleito da Argentina, Javier Milei. Foto: Luis Robayo/AFP
Apoie Siga-nos no

O recém-eleito presidente da Argentina, Javier Milei, disse, nesta quarta-feira 22, que Lula (PT) “será bem recebido” se quiser ir à sua posse. O evento está marcado para o próximo dia 10 de dezembro, em Buenos Aires.

“Se Lula vier, será bem recebido. Ele é o presidente do Brasil”, disse Milei em entrevista a um programa argentino.

Durante a campanha, o ultradireitista chamou o petista de “comunista” e “corrupto”.

Milei ainda afirmou, sem qualquer comprovação, que o presidente brasileiro estaria “interferindo” na campanha e “financiando” parte dela.

Fontes do governo afirmam que o presidente não deverá comparecer à posse de Milei.

O assessor-chefe para assuntos internacionais da Presidência, Celso Amorim, disse ao jornal O Globo que Lula não compareceria à posse de Milei porque foi ofendido pessoalmente.

Na ausência de Lula, Jair Bolsonaro (PL) deve representar à extrema-direita na posse. Ele foi convidado pelo libertário em uma chamada de vídeo e confirmou presença.

Devem acompanhar o ex-capitão o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), o presidente do PL, Valdemar Costa Neto e o ex-secretário de Comunicação e atual assessor de Bolsonaro, Fábio Wajngarten.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo