Política

Lula indica nomes para os principais postos da diplomacia; veja a lista

O governo busca restituir diplomatas de carreira que foram rejeitados pelo governo Bolsonaro; na lista, Maira Luiza Ribeiro Viotti pode ser a primeira mulher a chefiar a embaixada brasileira nos EUA

Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) encaminhou ao Senado, nesta terça-feira 21, uma lista de nomes de embaixadores para ocupar alguns dos principais postos do Itamaraty brasileira no exterior. O despacho foi publicado no Diário Oficial da União (DOU).

A ideia do governo federal é restituir nomes de carreira que foram ignorados pelo governo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Os indicados serão sabatinados pela Comissão de Relações Exteriores (CRE) do Senado e, caso aprovados, haverá votação no plenário da Casa. Atualmente, a CRE é presidida pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL). Eis a lista:

– Maira Luiza Ribeiro Viotti: Embaixada dos Estados Unidos. Ex-embaixadora do Brasil na Organização das Nações Unidas (ONU), foi embaixadora em Berlim (2013-2016) e chefe de gabinete do secretário-geral da ONU, António Guterres. Caso seu nome seja aprovado pelo Senado, Viotti será a primeira mulher a chefiar a embaixada brasileira nos Estados Unidos e irá substituir Nestor Foster, nome ligado ao bolsonarismo;

Sérgio França Danese: representante do Brasil junto à ONU. Danese já ocupou o cargo de secretário-geral das Relações Exteriores (2015-2016). Quando era embaixador na África do Sul, Danese deixou o posto após Bolsonaro indicar o ex-prefeito do Rio de Janeiro, Marcello Crivella, para o cargo. Os sul-africanos rejeitaram o nome de Crivella;

Antonio de Aguiar Patriota: Embaixada do Brasil no Reino Unido. Ex-chanceler durante o governo Dilma Rousseff (PT), estava em Cairo, no Egito;

– Julio Glinternick Bitelli: Embaixada do Brasil em Buenos Aires (Argentina). Ele representava o Brasil em Marrocos, desde 2019;

Ricardo Neiva Tavares: Embaixada do Brasil na França. No final de janeiro, o governo francês aceitou o nome de Tavares para o cargo. Ele já foi representante do Brasil em Roma (2013-2016) e Viena (2016-2018);

– Everton Vieira Vargas: Embaixada do Brasil no Vaticano. Vargas já foi representante do Brasil na Argentina e chefiou a missão brasileira junto à União Europeia (UE).

Paulino Franco de Carvalho Neto: Embaixada brasileira no Egito. Secretário de Assuntos Multilaterais Políticos do Ministério das Relações Exteriores, foi Delegado do Brasil junto às Organizações Internacionais Econômicas sediadas em Paris, durante o governo Bolsonaro.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo