Justiça

PF pede abertura de inquérito contra Nikolas Ferreira por ofensa contra Lula

Em evento em novembro de 2023, bolsonarista também mirou o STF e o ator Leonardo Di Caprio

O deputado federal Nikolas Ferreira. Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Apoie Siga-nos no

A Polícia Federal pediu ao Supremo Tribunal Federal a abertura de um inquérito contra o deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG) por ofender o presidente Lula (PT). 

Em um discurso na Cúpula Transatlântica, na sede da ONU, em novembro de 2023, o bolsonarista se referiu ao petista como “um ladrão que deveria estar na prisão”. 

A investigação definirá se o deputado praticou o crime de injúria. 

A representação da PF decorre de um ofício enviado pelo Ministério da Justiça e da Segurança Pública no início deste ano.

Além de Lula, Ferreira atacou o STF e ativistas como o ator americano Leonardo Di Caprio, que na campanha de 2022 se engajou no discurso sobre a proteção do meio ambiente. 

O início de uma investigação, porém, depende de o ministro Luiz Fux acolher o pedido da PF.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.