Justiça

Justiça decreta prisão preventiva de acusado de atacar sede do Porta dos Fundos

Eduardo Fauzi havia sido capturado na Rússia por agentes da Interpol no início de setembro

Eduardo Fauzi, acusado de envolvimento no atentado contra o Porta dos Fundos. Foto: Reprodução
Eduardo Fauzi, acusado de envolvimento no atentado contra o Porta dos Fundos. Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) decretou a prisão preventiva de Eduardo Fauzi Richard Cerquise, de 41 anos, denunciado pelo Ministério Público (MP-RJ) por envolvimento em um atentado com coquetéis molotov contra o prédio do canal Porta dos Fundos, em 24 de dezembro de 2019, no bairro carioca do Humaitá.

Ele havia sido preso na Rússia em 4 de setembro, por agentes da Interpol. Fauzi fugiu para o país em 29 de dezembro, após a abertura de investigações baseadas em gravações de 50 câmeras de monitoramento. Uma das câmeras flagrou o momento em que ele desceu do veículo utilizado para fuga depois dos ataques.

De acordo com a acusação, Fauzi teria assumido, com a ação, o risco de matar o vigilante do prédio. O Ministério Público argumenta que a vítima só não morreu porque teve pronta reação, controlando o incêndio e fugindo do imóvel.

Ao aceitar a denúncia do Ministério Público, o juiz Alexandre Abrahão, da 3ª Vara Criminal do Rio, considerou que o delito foi praticado por motivo fútil, decorrente de discordância em relação ao conteúdo artístico do “Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo”, que retratou Jesus Cristo como um homem gay.

Além disso, o juiz considerou que há indícios mínimos de que Fauzi cometeu o crime, com base no relato da vítima e de testemunhas. A prisão preventiva, portanto, foi decretada para prevenir o risco à ordem pública caso o acusado seja mantido em liberdade, diz o TJ-RJ.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.