Educação

Bíblias de pastores lobistas tinham foto de Milton Ribeiro, diz jornal

Exemplares foram pagos pela prefeitura de Salinópolis (PA) e distribuídos em evento oficial do MEC, de acordo com o Estadão

Ex-ministro da Educação com os pastores Arilton Moura (ao fundo) e Gilmar Santos. Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

Os exemplares de bíblias impressas pela gráfica do pastor lobista Gilmar Santos e distribuídas em evento oficial do Ministério da Educação tinham a foto do titular da pasta, Milton Ribeiro, na contracapa. Os dois religiosos acusados de formarem um gabinete paralelo no MEC, suspeito de negociar propina em troca de liberação de recursos com aval do presidente Jair Bolsonaro (PL), também aparecem nas imagens.

Os detalhes do exemplar foram revelados pelo jornal O Estado de S. Paulo desta segunda-feira 28. De acordo com a reportagem, os mil exemplares entregues a prefeitos do Pará foram pagos pela prefeitura de Salinópolis (PA), comandada por Carlos Alberto de Sena Filho, conhecido como Kaká Sena (PL). O custo foi de 70 reais por bíblia.

No evento, o pastor Gilmar foi anunciado como ‘autoridade’ e sentou ao lado de Ribeiro e do presidente do FNDE, Marcelo Ponte. Segundo as informações reveladas até o momento, o fundo é de onde saem os recursos negociados pelos pastores.

As bíblias estão no centro do escândalo no MEC. Relato de ao menos dez prefeitos dão conta de que os pedidos de propina feitos pelo pastor Arilton Moura também poderiam ser pagos em bíblias, livros, dinheiro e até ouro.

Após o evento em que as bíblias foram distribuídas, a cidade de Salinópolis recebeu o aval do MEC para a construção de uma nova escola no valor de 5,8 milhões de reais. Até o momento, 200 mil reais já foram empenhados. Nem Ribeiro, nem Sena se pronunciaram sobre o caso.

Sena, em discurso durante o evento, chegou a afirmar que o encontro serviria para ‘sugar o MEC e o FNDE’.

“Obrigado, pastor [Gilmar Santos], por ter me ajudado a chegar nesse momento”, inicia o prefeito. “Esse é um momento ímpar para que a gente possa aproveitar e sugar o máximo o MEC, o FNDE”, anunciou então Sena aos prefeitos presentes.

Ainda de acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, as bíblias editadas pelos pastores lobistas foram distribuídas em um evento do MEC realizado em Nova Odessa, interior de São Paulo. Reservadamente, uma secretária municipal descreveu a cena como ‘desconfortável’ e ‘escandalosa’. A prefeitura da cidade nega a entrega dos exemplares no evento.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.