CartaExpressa

TCU abre investigação sobre gastos em duplicidade no cartão corporativo do governo Bolsonaro

‘Uma verdadeira farra com dinheiro público, e essa situação precisa ser apurada’, diz o deputado Elias Vaz, que denunciou as supostas irregularidades

Jair Bolsonaro na Cúpula das Américas 2022, em Los Angeles. Foto: Jim WATSON/AFP
Apoie Siga-nos no

O Tribunal de Contas da União abriu um procedimento para investigar supostos gastos em duplicidade nos cartões corporativos do governo de Jair Bolsonaro.

A Corte acolheu um pedido do deputado federal Elias Vaz (PSB-GO), responsável por acusar a gestão federal de cometer as irregularidades. A relatoria do processo ficará a cargo do ministro Antonio Anastasia.

Vaz afirma ter identificado despesas que constam, simultaneamente, de faturas do cartão e de contratos firmados pela União para os mesmos serviços.

“Bolsonaro está dizendo que o cartão corporativo fica caro por causa da equipe de segurança dele. Mas é uma contradição, porque detectamos cobranças de despesas de viagem de forma paralela no mesmo período”, diz Elias Vaz. “É uma verdadeira farra com dinheiro público, e essa situação precisa ser apurada.”

Segundo o deputado do PSB, os militares que cuidam da segurança de Bolsonaro e de Mourão receberam, entre janeiro de 2020 e maio de 2022, 10.767.281,13 reais em diárias. No mesmo período, diz o parlamentar, o governo pagou 12.154.944,08 reais à empresa Miranda Turismo e Representações Ltda para fornecimento de passagens.

“Se eles recebem a passagem porque o governo tem contrato para isso (…), como é que os seguranças do Bolsonaro estão inflando o cartão corporativo?”, questiona Vaz. “Essa situação é no mínimo muito estranha. Há sérios indícios de que o cartão vem sendo usado pra bancar viagens de lazer, caronas para parentes e amigos do Bolsonaro e alimentação de luxo.”

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar