CartaExpressa

Ministra do TSE suspende direitos de resposta de Bolsonaro na propaganda de Lula

Com a decisão de Maria Claudia Bucchianeri, caberá ao plenário da Corte decidir se confirma o despacho original

Lula e Jair Bolsonaro. Fotos: Ricardo Stuckert e Albari Rosa/AFP
Apoie Siga-nos no

A ministra Maria Claudia Bucchianeri, do Tribunal Superior Eleitoral, acolheu um pedido da campanha de Lula (PT) e suspendeu direitos de resposta que haviam sido concedidos a Jair Bolsonaro (PL) no programa eleitoral do petista.

Com a decisão, caberá ao plenário da Corte deliberar sobre a aplicação ou não dos direitos de resposta.

No fim da noite da quinta 20, Bucchianeri já havia suspendido os direitos de resposta que dariam a Lula 164 inserções de 30 segundos na propaganda de Bolsonaro.

A ministra aceitou embargos apresentados pela campanha do ex-capitão e determinou que o plenário do TSE avalie o caso. O julgamento deve ocorrer neste sábado 22, no plenário virtual.

Na quarta 19, a ministra havia concedido os direitos de resposta a favor de Lula por entender que em 164 vezes a campanha bolsonarista veiculou fatos sobre o ex-presidente “sabidamente inverídicos por descontextualização”.

Bucchianeri ainda determinou nesta sexta a suspensão de um direito de resposta de Lula em 42 inserções de rádio na campanha de Bolsonaro, também à espera de uma análise do plenário.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.