CartaExpressa

Marido de Joice Hasselmann nega agressão: ‘Jamais faria isso’

Marido de Joice Hasselmann nega agressão: ‘Jamais faria isso’

Joice Hasselmann afirmou que vai denunciar quem acusar seu marido de ser o responsável pelo ocorrido

Créditos: Tv Globo / Reprodução

Créditos: Tv Globo / Reprodução

O marido da deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) se pronunciou neste domingo 25 negando a possibilidade de ser o autor da violência praticada contra a parlamentar.

“Eu nunca agredi ninguém, nunca dei um tapa em ninguém, nem um murro em ninguém. Não tenho nenhum motivo para fazer isso, eu jamais faria isso”, disse o médico Daniel França.

Joice Hasselmann afirmou que vai denunciar quem acusar seu marido de ser o responsável pelo ocorrido. “Vou processar todos que estão acusando meu marido”, afirmou.

O caso aconteceu no apartamento funcional de Hasselmann, em Brasília, na madrugada do domingo 18. Ela conta ter acordado, visto marcas de sangue no chão, além de identificar um corte no queixo e dois dentes quebrados, embora afirme não se lembrar do que aconteceu.

A parlamentar conta que ligou para o marido, que dormia em outro quarto, e foi ele quem a socorreu. Exames posteriores constataram que Joice teve cinco fraturas no rosto e na costela.

Após o ocorrido, Joice prestou depoimento à Polícia Legislativa e também levou o caso ao Ministério Público. França afirmou que está colaborando com as investigações.

“Como não há absolutamente nenhum sinal de luta corporal, eu imagino [que] ou ela caiu já sem consciência contra algum obstáculo ou ela teve sua consciência retirada [por meio de alguma substância] e daí foi agredida”, supôs o marido da parlamentar.

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem