CartaExpressa,Política

Joice Hasselmann rechaça acusações contra o marido: ‘Ilações criminosas’

Joice Hasselmann rechaça acusações contra o marido: ‘Ilações criminosas’

Foto: Reprodução/SBT

Foto: Reprodução/SBT

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) se pronunciou nesta sexta-feira 23 sobre o que considera “ilações” criadas após revelar ter sido vítima de um atentado. Joice negou que o marido, o neurocirurgião Daniel França, tenha qualquer envolvimento no episódio e afirmou que a versão começou a circular nas redes sociais para “criar uma cortina de fumaça para que não se descubra a verdade” sobre o que aconteceu na madrugada do último domingo 18.

“Uma ilação dessas é criminosa! Não sou mulher de malandro e seria a 1ª a denunciar qualquer agressão seja de marido, irmão, pai, ou quem quer q seja. Meu marido médico foi quem me socorreu”, disse Joice em seu perfil no Twitter.

Ela ainda escreveu que não permitirá “injustiças e calúnias em cima de gente decente, honesta, nobre, em cima de um homem que daria a vida por mim”.

 

Sobre o caso

Joice revelou o caso na quinta-feira 22 a Bela Megale, do jornal O Globo. Ela relatou ter acordado na manhã do último domingo 18 no chão do corredor, entre o quarto e o banheiro, com o rosto em uma poça de sangue, sem saber o que aconteceu na madrugada. Joice afirmou não se lembrar de nada desde a noite de sábado, quando estava em sua cama, vendo TV. Ela suspeita ter sido vítima de um atentado.

Em nota, a assessoria da deputada disse que exames constataram diversos traumas pelo corpo — joelho, costela, ombro e nuca —, incluindo cinco fraturas na face e uma na coluna. “Os médicos descartaram a possibilidade de uma queda acidental. A parlamentar está medicada, amparada e se restabelecendo rapidamente. A expectativa, no momento, é para que não seja necessária cirurgia por conta das fraturas”, informa trecho do texto.

Após ser acionada pela deputada, a Polícia Legislativa da Câmara abriu investigação sobre o episódio.

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Repórter do site de CartaCapital

Compartilhar postagem