CartaExpressa

Leia o voto que abre caminho para o TSE declarar Bolsonaro inelegível

Após a manifestação do relator, Benedito Gonçalves, a sessão foi encerrada. O julgamento será retomado na quinta-feira 29, às 9h

O ministro Benedito Gonçalves, do TSE. Foto: Sergio Lima/AFP
Apoie Siga-nos no

O corregedor-geral da Justiça Eleitoral, Benedito Gonçalves, votou nesta terça-feira 27 pela condenação do ex-presidente Jair Bolsonaro à inelegibilidade por oito anos na ação que apura a reunião promovida com embaixadores em julho de 2022.

Na agenda, transmitida pela TV Brasil, o então presidente repetiu mentiras sobre o sistema eleitoral e atacou instituições.

O relator do processo decidiu condenar Bolsonaro por abuso de poder político e uso indevido dos meios de comunicação. Ele, porém, votou pela absolvição do ex-candidato a vice-presidente Walter Braga Netto.

Após o voto de Gonçalves, a sessão foi encerrada e o julgamento será retomado na quinta-feira 29, às 9h.

Leia o voto do relator:

AIJE 0600814-85 - VOTO ORAL 27-06-23

ENTENDA MAIS SOBRE: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar