CartaExpressa

Barroso nega pedido de Bolsonaro para tirar Moraes da relatoria de investigação sobre trama golpista

Também nesta terça, o presidente do STF rejeitou outras 191 solicitações de impedimento ou suspeição contra Moraes

LUIS ROBERTO BARROSO E JAIR BOLSONARO. FOTOS: NELSON JR./STF E MARCOS CORRÊA/PR
Apoie Siga-nos no

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, negou nesta terça-feira 20 um pedido do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) para afastar o ministro Alexandre de Moraes da relatoria da investigação sobre a trama golpista de 2022.

Segundo Barroso, “não houve clara demonstração” de razão legal para o impedimento. Ele avaliou que os fatos narrados “não caracterizam, minimamente, as situações legais que impossibilitam o exercício da jurisdição pela autoridade arguida”.

Também nesta terça, o presidente do STF negou outros 191 pedidos de impedimento ou suspeição contra Moraes apresentados por réus de ações penais sobre o 8 de Janeiro.

Um dos argumentos da defesa do ex-presidente era que Moraes seria pessoalmente interessado na investigação, já que a PF apontou um plano “que teria como episódio central a prisão do próprio ministro, na oportunidade já presidente do Tribunal Superior Eleitoral”.

Alexandre de Moraes autorizou a Polícia Federal a deflagrar em 8 de fevereiro uma operação que mirou, em tese, os crimes de organização criminosa, abolição violenta do Estado Democrático de Direito e golpe de Estado, supostamente cometidos para manter Bolsonaro no poder mesmo após perder a eleição para Lula (PT).

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar