Blogs

A literatura brasileira sobre maconha

Dicas para quem deseja entender melhor o assunto

 Felipe Navarro (ilustração)  - foto site antigo
Felipe Navarro (ilustração) - foto site antigo

[Este é o Blog do Hempadão em CartaCapital. Acesse aqui o site]

No começo de novembro foram anunciados os vencedores do 60º Prêmio Jabuti, a mais tradicional premiação literária do País. O romance do ano é de autoria da gaúcha Carol Bensimon, com o título “O clube dos Jardineiros da Fumaça”, lançado pela Companhia das Letras.

A obra mistura realidade e ficção ao contar a história de um jovem professor brasileiro que busca recomeçar a vida fora do Brasil.

O personagem vai parar justamente na Califórnia, onde desvenda parte da tradição local de contracultura, resistência e jardinagem canábica. Quem onda, hein… o melhor romance do ano fala sobre a descriminalização da maconha.

É muito comum leitores entrarem em contato para pedir indicações literárias sobre o assunto. Há dez anos era mais difícil reunir uma biblioteca canábica básica, mas aos poucos o mercado foi se abrindo e hoje em dia temos algumas boas opções impressas para se ler e pesquisar sobre o tema. Seguem algumas dicas:

Introdução ao Cultivo Indoor, de Sergio Vidal

Primeiro livro escrito em português sobre a questão do cultivo de maconha. De grande importância para introduzir o assunto da jardinagem, a obra ganhou diversas novas edições. É possível entender o funcionamento da “Autorização Especial para o Cultivo de Cannabis”, prevista pela Anvisa, e se aprofundar no mundo do cultivo, aprendendo sobre foto períodos, germinação, clonagem e etc. O livro pode ser encontrado aqui.

Leia também: A Copa da Maconha na Califórnia

O Fim da Guerra, de Denis Russo Burgierman

O livro-reportagem passa por Holanda, EUA, Espanha, Portugal e Marrocos em busca de novas formas de se lidar com esse muito antigo hábito do ser humano: o de usar drogas. Como o consumo existe a milênios e parece que não vai acabar, Burgierman analisa um novo sistema para lidar com o consumo de drogas. A obra conta com depoimentos de médicos, pesquisados, usuários, cultivados e autoridades de diversos países.

História da Maconha no Brasil, de Jean Marcel Carvalho França

Fundamental para entender como e o quanto a maconha faz parte da história do nosso País. Traz registros de como a planta chegou em solo nacional e a respeito do desenvolvimento de sua cultura atrelada à escravidão. O livro é curto, cerca de 150 páginas, mas é capaz de elucidar o desenrolar do “canabismo” em território nacional.

Almanaque das Drogas, de  Tarso Araújo

Ao ampliar o debate para além da maconha, o Almanaque das Drogas, lançado em 2014 pela editora Leya, é uma referência. O jornalista Tarso Araújo consegue levantar um grande histórico do uso de drogas desde a antiguidade até os dias de hoje. A obra conta com 200 fotos e muitas ilustrações, além de um capítulo que lista drogas de A ao Z, com informações básicas sobre cada uma.

Leia também: Que regras a maconha legalizada deve seguir?

Verão da Lata: Um Verão que Ninguém Esqueceu, de Wilson Aquino

Conta a história do verão em que cerca de 22 toneladas de maconha chegaram ao litoral brasileiro, boiando em latas. Seria um conto sem a mínima verossimilhança, mas se trata da mais pura verdade – muito bem documentada pela justiça e imprensa brasileira, como o livro retrata bem. O autor, além de narrar os fatos, analisa o quanto o fenômeno das latas afetou a cultura popular brasileira no fim da década de 1980.

Drogas: as Histórias que não te Contaram, de Ilona Szabó e Isabel Clemente

Mostra um ponto de vista da droga diferente dos anteriores. Aqui as autoras tentaram falar sobre o assunto a partir da percepção do usuário. É dividido em cinco histórias, de perspectivas diversas sobre o consumo de drogas. Os personagens servem como exemplo para ilustrar a profunda problemática que a proibição acarreta na vida social: crianças trabalhando para o tráfico, encarceramento de mulheres, a violência do crime organizado, o vício em drogas pesadas etc.

Gibi Tipos de Maconheiros, da CannabiComix

O desenhista e publicitário Felipe Navarro reúne um um financiamento coletivo para lançar um gibi que ilustra os diferentes tipos de maconheiros. Para participar do projeto e receber sua recompensa não deixe de apoiar a campanha com link aqui. A obra promete retratar o dia a dia do usuário e ainda proporcionar redução de danos e passatempos ligados ao tema. Imagina…

Hempada, revista mensal sobre Maconha

Além de produzir o blog há quase dez anos, o Hempadão faz uma fanzine mensal sobre cannabis. É possível visualizar todas as 20 edições já lançadas e assinar o periódico por meio deste link. A revista é um produto de jornalismo dedicado à erva, com reportagens exclusivas e indicações culturais.

O Hempadão é um blog especializado em cultura canábica atuante desde 2009. Jornalismo e entretenimento com pitadas de poesia e informação. Saiba mais em http://hempadao.com/ ou fale conosco em [email protected]

Assine nossa newsletter

Receba conteúdos exclusivos direto na sua caixa de entrada.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fonte confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!