…

Boulos chama Vale de Hipócrita. Mourão não quer conta em seu governo

Sociedade

Vão da cobrança dos responsáveis, passando pelas expressões de solidariedade até preocupações políticas as reações que as figuras públicas expressaram nesta sexta-feira 25 com a nova tragédia da mineradora Vale, desta vez no município mineiro de Brumadinho, onde uma barragem de resíduos de mineração rompeu deixando centenas de desaparecidos e, até a publicação desta reportagem, três mortes confirmadas.

Veja, abaixo, como reagiram os políticos brasileiros após o desastre.

.

1 – Jair Bolsonaro – “Montamos um gabinete de crise”

O presidente da República deu um pronunciamento para anunciar as medidasque está tomando para amenizar os impactos da tragédia. Veja.

.

2 – Guilherme Boulos – “Hipocrisia atroz”

Depois que o presidente da Vale se disse consternado com a tragédia e “sem palavras” para expressar a sua dor, assim reagiu o coordenador nacional do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto)

.

3 – General Hamilton Mourão – “Essa conta não pode vir para nosso colo”

Em entrevista ao jornal O Globo, o vice-presidente do Brasil tratou de afastar qualquer responsabilidade pela tragédia do governo que representa:

Essa conta não pode vir pra gente, não pode vir para nosso governo. Porque nós assumimos faz 30 dias. Ali é uma empresa privada, a Vale é uma empresa privada. É preciso apurar.

 

.

4 – Gleisi Hoffmann – “Cedo ou tarde a privatização cobra o seu preço”

A presidenta do PT chamou o desastre de “mais uma tragédia evitável” e disse que, cedo ou tarde, a privatização cobra o seu preço.

.

5 – Marcelo Freixo – “Não aprendemos nada com a tragédia de Mariana”

O deputado federal eleito pelo PSOL-RJ destaca a falta de punição aos responsáveis e o amparo às vítimas da tragédia de Mariana, também ocorrida após o rompimento de uma barragem da mineradora Vale.

.

6 – Romeu Zema – “Todo aparato do governo à disposição”

O governador de Minas Gerais destacou os esforços que está imprimindo na administração estadual para enfrentar a tragédia e socorrer as vítimas.

.

7 – Fernando Holiday – “O MBL está arrecadando dinheiro”

O vereador paulistano do MBL (Movimento Brasil Livre) aproveitou para pedir dinheiro para a campanha de arrecadação que seu grupo está fazendo para supostamente auxiliar as vítimas da tragédia. O movimento criou a “Vaquinha Ajude Brumadinho”

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Editor-executivo do site CartaCapital.com.br

Compartilhar postagem