CartaExpressa

Zema demite representante do governo em Brasília flagrado cobrando propina a empresário

A exoneração foi publicada em edição extra do Diário Oficial do Estado

O governador de Minas, Romeu Zema. Foto: Divulgação
Apoie Siga-nos no

Flagrado em mensagens cobrando propina a empresários goianos, o advogado e representante do governo de Minas Gerais em Brasília, Bruno Ornelas, foi demitido pelo governador Romeu Zema (Novo) nesta segunda-feira 11. A exoneração foi publicada em edição extra do Diário Oficial do Estado.

O teor das conversas envolvendo Ornelas foi revelado pelo jornalista Guilherme Amado, colunista do Metrópoles. Uma mensagem datada de 2022, por exemplo, mostra o advogado pediu 900 mil reais a um empresário do DF para emplacar um cargo de chefia no Departamento Estadual de Trânsito de Goiás.

À época, ele trabalhava com o Podemos, responsável pelas indicações do Detran no governo Ronaldo Caiado (União).

Nos diálogos, Ornelas diz agir a pedido de Felipe Cortês, então colega de partido e candidato derrotado a deputado estadual em 2022, ao pedir pagamentos ao empresário: “O Detran lá é nosso, mas o jogo é dele [Cortês]”, afirmou. Diversas mensagens mostram a pressão exercida pelo advogado: “Faz o Pix aí”; “Lindão, faz logo de 100”; “Manda mais 100k”; “Lindão, só trabalho com comprovante”.

Ao Metrópoles, o advogado disse desconhecer “qualquer negociação de cargo ou qualquer outra ação que tenha usado seu nome de forma indevida e criminosa”.

Em nota, o governo de Minas afirmou que “todos os contratados pela pasta passam por processo seletivo” e somente Ornelas poderiam responder por atos praticados antes de ser admitido na gestão estadual.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo