Política

Um em cada três eleitores de Bolsonaro o considera ‘pior do que o esperado’

Entre a população geral, revela a pesquisa Genial/Quaest a insatisfação é ainda maior: 55% se surpreenderam negativamente com o ex-capitão

Foto: Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução/Redes Sociais
Apoie Siga-nos no

A primeira pesquisa eleitoral de 2022, divulgada nesta quarta-feira 12, mediu também o nível de satisfação da população com o atual governo de Jair Bolsonaro (PL). De acordo com o levantamento da Genial/Quaest, a gestão do ex-capitão é ‘pior do que o esperado’ para 36% dos seus eleitores no 2º turno em 2018.

Segundo a pesquisa, a insatisfação é ainda maior entre a população geral, em que 55% marcaram a opção para se referir ao governo do ex-capitão. Entre a população geral, só 15% dos entrevistados disseram ter se surpreendido positivamente com o mandato de Bolsonaro. O grupo sobe um pouco entre os eleitores do presidente em 2018, chegando a 29%.

Ainda nos níveis de satisfação com Bolsonaro, a Genial/Quaest também questionou os brasileiros sobre a aprovação ou não das ações do governo em temas específicos. Para 58% da população, por exemplo, Bolsonaro não está lidando bem com o combate à corrupção no País. Só 36% aprovam as ações do presidente sobre o tema.

Já quando o assunto é o enfrentamento da pandemia, Bolsonaro tem um desempenho ainda pior, chegando a 63% de reprovação nas suas ações, o mesmo percentual de reprovação aparece no tema geração de novos empregos.

A redução da violência e da criminalidade, principais bandeiras do ex-capitão em 2018, não garante qualquer melhora nos níveis de satisfação da população. Ao todo, 61% dos entrevistados desaprovam as ações do atual governo nesta área. O mesmo percentual também avalia negativamente as ações tomadas pela atual gestão para conter queimadas na Amazônia.

Na inflação, que bateu recorde negativo nesta terça-feira 11, chegando a 10,06% em apenas um ano, Bolsonaro tem a sua pior avaliação. Para 80% dos entrevistados, o presidente não sabe resolver o problema.

Para chegar aos resultados, a pesquisa ouviu 2 mil pessoas entre os dias 6 e 9 de janeiro. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Getulio Xavier

Getulio Xavier Repórter do site de CartaCapital

Tags: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.