Política

“Tô de corpo e alma com esse governo”, diz Regina Duarte

Atriz ainda não aceitou formalmente o convite de substituir Roberto Alvim na Secretaria Especial da Cultura

Regina Duarte, ex Secretária de Cultura no governo Bolsonaro. Foto: Reprodução/GloboNews
Regina Duarte, ex Secretária de Cultura no governo Bolsonaro. Foto: Reprodução/GloboNews
Apoie Siga-nos no

A atriz Regina Duarte escreveu, em sua conta na rede social Instagram, que está de “corpo e alma” com o governo do presidente Jair Bolsonaro. A artista ainda não aceitou formalmente o convite para ocupar a chefia da pasta da Cultura, mas tem publicado uma série de textos entusiasmados com a oportunidade.

Nesta terça-feira 21, Regina publicou uma foto em que uma bailarina aparece ao lado de um cão e uma bandeira do Brasil. Na legenda, disse que aceitou o período de noivado com o governo e que está ansiosa para colaborar.

“Aceitei, afinal, período de noivado. Eu tinha outra saída? Então… Uhúúú ..!!! , né? As relações precisam passar pelo ‘noivado’ pra corrermos menos riscos de ‘não dar com os burros n’água. Concorda?”, afirmou em seu perfil. “Feliz e agradecida pelo imenso apoio amoroso recebido nos últimos dias, foi emocionante e muito lindo sentir que, ‘se aceitar a batalha, tudo bem, e se não aceitar, também’. Tô de corpo e alma com esse governo, vocês já sabem, apaixonada como sempre pelo meu país, louca pra contribuir com a produção da alegria e da felicidade geral”, disse.

View this post on Instagram

BOM DIA , queridos ! Aceitei, afinal , período de noivado . Eu tinha outra saída ? 🧐 Entao … uhúúú …!!! , né? As relações precisam passar pelo “noivado “ pra corrermos menos riscos de “não dar com os burro n’agua “. concorda ?😉 Feliz e AGRADECIDA pelo imenso apoio amoroso recebido nos últimos dias , foi emocionante e muito lindo sentir que “ se aceitar a batalha tudo bem e se não aceitar, também “ . To de corpo e alma com esse governo, vcs já sabem , apaixonada como sempre pelo meu país , louca pra contribuir com a produção da alegria e felicidade geral … me entrego ao que Deus e o Destino reservam pra mim, muito grata pela confiança de todos . Vou , como sempre tenho feito , dar o meu melhor pela causa da nossa Cultura . 🇧🇷🇧🇷🇧🇷💞🎭🙏💝 Ilustração de Carey Armstrong-Ellis

A post shared by Regina (@reginaduarte) on

 

Em seguida, postou uma foto em que ela aparece ao lado de Bolsonaro e do ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos. No texto, diz que tudo “parece um sonho” e que, caso aceite o convite, seja necessário blindar-se das redes sociais em função de possíveis ataques virtuais por ocupar o cargo.

“Tem horas que eu nem acredito. Parece um sonho. Deixa eu curtir um pouquinho mais a alegria de sentir que posso ser respeitada no meu amor pelo Brasil e pelo povo brasileiro? Daqui a pouco, sei que posso vir a ter que me blindar das redes sociais, onde, talvez, quem sabe? Podem me atacar mais ainda em função do cargo. Sei (e vocês sabem também) que posso ter que afastar, reduzir as postagens… Vou ter muito trabalho pela frente”, escreveu.

Regina teve um encontro com Bolsonaro na segunda-feira 20, no Rio de janeiro, e deve viajar para Brasília na quarta-feira 22. A ideia é que haja um período de testes, antes de aceitar definitivamente o convite.

Para estrear no posto, a atriz terá de deixar de lado o seu contrato com a TV Globo. Em nota, a emissora afirmou que Regina Duarte sabe que, “se optar por assumir cargo público, deve pedir a suspensão de seu vínculo com a empresa”.

Em caso de resposta positiva, a artista substituirá Roberto Alvim, após a reprodução de um discurso do nazista Joseph Goebbels em um vídeo institucional.

Victor Ohana

Victor Ohana
Repórter do site de CartaCapital

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.