Política

PF apreende celulares e o passaporte de Léo Índio, sobrinho de Bolsonaro

O bolsonarista foi alvo da nova fase da Operação Lesa Pátria, a mirar participantes e incentivadores dos ataques golpistas de 8 de Janeiro

O sobrinho de Jair Bolsonaro, Leo Índio. Foto: Reprodução/Instagram
Apoie Siga-nos no

A Polícia Federal apreendeu, em operação nesta quarta-feira 25, o passaporte e dois celulares de Léo Índio, sobrinho do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). A informação foi divulgada pela GloboNews.

Índio já havia sido alvo de outra fase da Operação Lesa Pátria, a mirar a identificação de participantes e incentivadores dos ataques golpistas de 8 de Janeiro. Nesta quarta, agentes cumpriram cinco mandados de prisão e 13 de busca e apreensão em Brasília (DF), Cáceres (MT), Cuiabá (MT), Santos (SP) e São Gonçalo (RJ).

Durante o 8 de Janeiro, Léo Índio publicou nas redes sociais uma foto em que aparecia na rampa do Congresso Nacional. À época, ele negou ter feito parte da depredação dos prédios dos Três Poderes.

“Busquem os verdadeiros vândalos e também os covardes mascarados fantasiados de patriotas”, escreveu. Ele é investigado também pelo Supremo Tribunal Federal, no Inquérito dos Atos Antidemocráticos. 

A PF apura se os alvos desta quarta cometeram os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado e associação criminosa, entre outros.

Léo Índio, sobrinho do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) durante atos golpistas

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo