Economia

assine e leia

Petrobras/ O segredo de Castello Branco

O ex-presidente da estatal diz que seu celular corporativo tinha mensagens que poderiam incriminar Bolsonaro

Imagem: Fernando Frazão/ABR
Imagem: Fernando Frazão/ABR
Apoie Siga-nos no

Na segunda-feira 27, a bancada do PT na Câmara dos Deputados enviou à Procuradoria Geral da República uma representação criminal contra o ex-presidente da Petrobras Roberto Castello Branco. No documento, os parlamentares pedem que o procurador-geral Augusto Aras investigue as mensagens do celular corporativo do antigo chefe da estatal, que supostamente seriam capazes de incriminar Jair Bolsonaro.

Durante uma discussão com economistas em um aplicativo de mensagens, Castello Branco disse que o aparelho, devolvido à empresa, tinha conteúdo comprometedor para o ex-capitão. Segundo o portal Metrópoles, o ex-presidente da petroleira debatia com Rubem Novaes, que presidiu o Banco do Brasil, sobre a elevação do preço dos combustíveis. No diálogo, Novaes teria dito que o colega atacava a atual gestão do governo federal.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.