Economia

‘Pergunta para o Sachsida’, diz Bolsonaro sobre chance de trocar de novo o comando da Petrobras

Neste domingo, o ex-capitão deu a mesma resposta ao ser questionado sobre a possibilidade de a privatização da petroleira andar em 2022

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

O presidente Jair Bolsonaro fugiu de uma pergunta, neste domingo 15, sobre a possibilidade de mais uma troca no comando da Petrobras. O presidente da empresa, José Mauro Coelho, está no cargo há apenas um mês, mas já enfrenta pressão.

A jornalistas, Bolsonaro disse na Praça dos Três Poderes que a responsabilidade é do novo ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida.

“Pergunta para o Sachsida”, afirmou o ex-capitão. “Ele é o ministro das Minas e Energia e trata disso. E deixo bem claro: todos os meus ministros, todos, sem exceção, eu dou carta branca para fazer valer aquilo que ele achar melhor para o seu ministério para atender à população.”

“Pergunta para o Sachsida” também foi a resposta de Bolsonaro a uma pergunta sobre a possibilidade de a privatização da Petrobras andar em 2022. Na última quinta 12, o ministro da Economia, Paulo Guedes, recebeu de Sachsida um pedido de estudo sobre a “desestatização” da petroleira.

A partir de agora, segundo Guedes, a solicitação chegará ao Conselho do Programa de Parcerias e Investimentos e visa permitir, em primeiro lugar, a inclusão da empresa que administra o pré-sal brasileiro, a PPSA, no Programa Nacional de Desestatização. Depois, virá a avaliação dos mecanismos legislativos necessários para privatizar a Petrobras.

Ainda na quinta, após se reunir com secretários estaduais de Fazenda, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), criticou a tentativa do governo de privatizar a Petrobras. Segundo ele, “o momento é muito ruim” e além disso, a venda não resolveria o problema da alta no preço dos combustíveis.

“Não considero que esteja no radar ou na mesa de discussão, neste momento, a privatização da empresa, porque o momento é muito ruim”, disse a jornalistas. “Nós temos dificuldades de valorização de ativos. Estamos passando por problemas, de necessidade de (buscar uma estabilidade).”

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.