Educação

No Rio, Lula agradece Waguinho, do União Brasil, pelo apoio nas eleições

O prefeito, que também é marido da ex-ministra do Turismo e deputada Daniela Carneiro, se referiu a Lula como um “grande ser humano”

Ricardo Stuckert/PR
Apoie Siga-nos no

O presidente Lula (PT) aproveitou a solenidade de anúncio de investimentos em Belford Roxo, na Baixada Fluminense (RJ), para agradecer o apoio do prefeito Waguinho nas eleições presidenciais em 2022, à revelia da cúpula do União Brasil, partido ao qual estava filiado à época. A cerimônia aconteceu na tarde desta terça-feira 6.

Ao mencionar a aliança, o petista disse que o gestor municipal não teve “medo dos negacionistas malucos” ao trabalhar para decantar resistências do eleitorado com a sua candidatura e, ao mesmo tempo, frear o avanço do bolsonarismo na baixada.

“Sou muito grato pelo que você me ajudou. E quero dizer que gratidão a gente paga com gratidão”, acrescentou o presidente. “Você é um prefeito que merece respeito. Enquanto você estiver na vida pública e precisar da mão de um companheiro, a mão de Lula estará junto para ajudar você”.

Antes de participar do ato, Lula participou da inauguração da Escola Municipal Arthur Araújo Lula da Silva. O nome da unidade educacional é uma homenagem ao neto do petista, que morreu aos sete anos de idade por uma infecção bacteriana, em março de 2019 – emocionado, ele não discursou.

A unidade terá capacidade para atender cerca de 1.000 estudantes e conta com nove salas climatizadas, todas com telas interativas no lugar das tradicionais lousas. Um busto de bronze de Arthur foi colocado no pátio.

Durante seu discurso, Waguinho retribuiu o afago. O prefeito, que também é marido da ex-ministra do Turismo e deputada Daniela Carneiro, se referiu a Lula como um “grande ser humano” e disse que o petista “se preocupa para levar dignidade a todo cidadão brasileiro”.

Na solenidade, Lula oficializou o repasse do terreno para a construção da sede definitiva do Campus Belford Roxo, do Instituto Federal do Rio de Janeiro e anunciou investimentos em um hospital oncológico.

A unidade do IFRJ está em funcionamento desde 2016 no município em um espaço provisório. A iniciativa visa ampliar a oferta de vagas em educação profissional e tecnológica, bem como melhorar a infraestrutura do campus para a comunidade local.

O investimento inicial é de 15 milhões de reais, segundo o Palácio do Planalto. A obra terá infraestrutura moderna de salas de aulas, biblioteca e restaurante estudantil, além de quadra poliesportiva, laboratórios, estacionamento e salas administrativas.

Cerca de 1.400 estudantes devem ser atendidos pela unidade, que vai ofertar cursos técnicos, de qualificação profissional e superiores, nas áreas de formação de professores, administração, logística, moda e artesanato.

O Hospital Oncológico anunciado contará com investimento de 40 milhões para procedimentos de alta e média complexidade e atenção primária, estrutura de UTI adulto e infantil, centros cirúrgicos e quimioterapia, entre outros.

Além das lideranças políticas da cidade, estiveram com Lula os ministros Camilo Santana (Educação), Nísia Trindade (Saúde) e Anielle Franco (Igualdade Racial), o prefeito da capital fluminense, Eduardo Paes (PSD), e deputados.

Depois da agenda em Belford Roxo, o presidente deve participar de um samba na Gávea Pequena, residência oficial de Paes, às 19h. Na quarta-feira, ele participará de inaugurações na capital fluminense, a exemplo do lançamento de uma pedra fundamental de outro Instituto Federal, no Complexo do Alemão.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.