Política

Os índices de popularidade do governo Lula, segundo nova pesquisa Atlas

O levantamento também avaliou o desempenho da gestão por áreas, com destaque positivo para direitos humanos

O presidente Lula. Foto: Sergio Lima/AFP
Apoie Siga-nos no

Uma pesquisa Atlas Intel divulgada nesta terça-feira 6 aponta que 52% dos brasileiros aprovam o desempenho do presidente Lula (PT), enquanto 43% o desaprovam e 6% não souberam responder. Na rodada anterior, de novembro de 2023, os índices eram, respectivamente, de 50%, 47% e 3%.

O instituto também questionou os entrevistados sobre a avaliação do governo. Neste caso, 42% o classificam como bom ou ótimo, 39% como ruim ou péssimo e 16% como regular. Outros 3% não souberam.

O índice de bom ou ótimo era de 43% em novembro, o de ruim ou péssimo chegava a 45% e o de regular registrava 11%.

A pesquisa também avaliou o desempenho do governo por áreas. O destaque positivo está em Direitos humanos e igualdade racial, com 39% de “ótimo”. A marca negativa recai sobre Justiça e combate à corrupção, com 44% de “péssimo”.

Confira o ranking:

O levantamento seguiu uma metodologia intitulada Atlas Random Digital Recruitment, ou RDR, segundo a qual os entrevistados são recrutados organicamente durante a navegação de rotina na web em territórios geolocalizados em qualquer dispositivo (smartphones, tablets, laptops ou PCs).

O instituto diz que, a fim de garantir a representatividade nacional, as amostras são pós-estratificadas usando um algoritmo em um conjunto mínimo de variáveis de destino: sexo, faixa etária, nível educacional, nível de renda, região e comportamento eleitoral anterior.

A pesquisa publicada nesta terça contou com 7.405 respondentes entre 28 de e 31 de janeiro. A margem de erro é de um ponto percentual, com um nível de confiança de 95%.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.