‘Não temos vaidades, ambições ou sede do poder’, diz Bolsonaro após ameaças

O Brasil vive momentos não muito tranquilos, mas a certeza da existência daqueles que têm acima de tudo a sua pátria conforta, disse

Foto: EVARISTO SA / AFP

Foto: EVARISTO SA / AFP

Política

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira 27, durante solenidade militar, que as Forças Armadas têm “vontade e disposição” para manter a Constituição a qualquer custo. Segundo o chefe do Executivo, o País passa por momentos “não muito tranquilos”, mas o Exército deve “confortar toda a nossa nação” com exemplos de patriotismo.

“O Brasil vive momentos não muito tranquilos, mas a certeza da existência daqueles que têm acima de tudo a sua pátria conforta toda a nossa nação”.“Não temos vaidades, ambições ou sede do poder, mas temos uma inabalável vontade e disposição para que nossa Constituição, a nossa democracia e a nossa liberdade sejam mantidos a qualquer preço”, declarou o presidente, em discurso durante solenidade de passagem do Comando de Operações Especiais em Goiás.

 

 

As declarações do presidente ocorrem em meio ao crescente engajamento político de representantes de órgãos de segurança, como as Polícias Militares. Membros dessas corporações têm se articulado por meio das redes sociais para comparecer em peso às manifestações de apoio ao governo marcadas para o próximo dia 7 de setembro, data em que se comemora a independência do Brasil.

A politização destas organizações com amplo acesso às armas tem gerado temor de que haja tentativas de ruptura institucional, incentivadas pelas falas do chefe do Executivo contra representantes de outros Poderes da República, principalmente os ministros do Supremo Tribunal Federal Luís Barroso e Alexandre de Moraes.

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem