Política

Lula se encontra com família de petista morto por bolsonarista em Foz do Iguaçu

Marcelo Arruda foi assassinado a tiros por Jorge Guaranho enquanto comemorava seu aniversário de 50 anos

Foto: Reprodução redes sociais
Apoie Siga-nos no

O presidente Lula se encontrou nesta quinta-feira 16 com Pamela Silva, viúva do tesoureiro do PT que foi assassinado por um bolsonarista em Foz do Iguaçu (PR). O crime ocorreu em julho de 2022.

“Encontrei hoje em Foz do Iguaçu a família de Marcelo Arruda, covardemente assassinado por um ódio que não podemos aceitar”, escreveu Lula nas redes sociais. “Minha solidariedade a sua companheira, Pâmela Silva, e seus filhos, que carregarão a memória e o orgulho do seu pai”.

Arruda foi morto a tiros por Jorge Guaranho enquanto comemorava seu aniversário de 50 anos. Estavam reunidas cerca de 40 pessoas, entre familiares e amigos na sede da Associação Esportiva Saúde Física Itaipu (Aresfi) quando um desconhecido parou seu carro no lado de fora e começou a gritar e fazer ameaças.

À época, Lula disse que o assassinato era fruto do discurso de ódio promovido pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Veja a publicação de Lula nesta quinta:

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo