Eleitor quer reparar o voto que deu em 2018, diz Kassab sobre Lula

Presidente do PSD diz que continua buscando um nome para uma terceira via

O ex-ministro Gilberto Kassab. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O ex-ministro Gilberto Kassab. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Política

O presidente do PSD, Gilberto Kassab, afirmou que a pesquisa Datafolha divulgada na quarta-feira 12 mostra que o eleitor vê Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como vítima e parece tentar reparar o voto que deu em 2018.

 

 

O levantamento revela que o petista aparece com larga escala entre todos os possíveis candidatos e na frente do presidente Jair Bolsonaro em um segundo turno.

Kassab, que é protagonista nas articulações para 2022, disse à Folha de S.Paulo que a pesquisa indica que os nomes que aparecem até agora não pegaram e que é preciso encontrar nova opção para o centro.

“A pesquisa consolida a tese que vem sendo desenvolvida de buscar uma candidatura própria, de centro. Fica claro que os candidatos que se apresentam até agora não estão tendo identidade. Alguns com três ou quatro anos de campanha, e os nomes nunca crescem”, afirmou

 

Junte-se ao grupo de CartaCapital no Telegram

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem