Política

A pedido da Câmara, TCU vai auditar cartão corporativo de Lula

Requerimento partiu do deputado Kim Kataguiri, que cita reportagem que expõe gastos no cartão presidencial de 12,1 milhões de reais entre janeiro e abril

Entregaram o ouro. Sachsida e Guedes ganharam um prêmio de consolação. Cedraz e os demais colegas do TCU ignoraram os alertas de Vital do Rêgo - Imagem: Leopoldo Silva/Ag.Senado, Arquivo TCU e Edu Andrade/ME
Apoie Siga-nos no

A Câmara dos Deputados aprovou um requerimento feito pelo deputado federal Kim Kataguiri (União Brasil) para que o Tribunal de Contas da União realize uma auditoria para “apurar possíveis irregularidades no uso do cartão corporativo” pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). 

O pedido foi aprovado pela Comissão de Fiscalização Financeira e Controle, no dia 24 de maio. 

O parlamentar cita como justificativa do requerimento de auditoria uma reportagem da revista Crusoé que diz que o governo petista teria gasto ao menos 12 milhões de reais no cartão corporativo de janeiro a abril deste ano. 

“Conforme o princípio constitucional da transparência e a importância do controle dos gastos públicos, torna-se essencial assegurar a correta utilização dos recursos e a conformidade com os princípios da responsabilidade fiscal”, disse o deputado.

Os gastos com o cartão corporativo da Presidência da República estão no alvo do TCU desde que um relatório apontou um “aumento expressivo” nos gastos com o cartão corporativo de Jair Bolsonaro (PL) durante período eleitoral. 

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo