Sidarta Ribeiro

Professor titular de neurociência, um dos fundadores do Instituto do Cérebro da UFRN

Opinião

assine e leia

A guerra pela vida

É no ponto de máximo perigo que se faz a travessia da grande água. Nossa saúde como nação depende da lucidez e da luta

Foto: EVARISTO SA / AFP
Foto: EVARISTO SA / AFP
Apoie Siga-nos no

Atravessamos um momento extremamente perigoso para o Brasil, nosso quase-país que corre o risco de nunca chegar a ser, de morrer na ponta da praia. Se não superarmos os desafios quase intransponíveis desse momento distópico, nosso futuro será mais cruel do que o presente.

Desde as profundezas da floresta amazônica ecoa pelo planeta o martírio de Bruno Araújo Pereira e Dom Phillips, massacrados por um mecanismo de produção de morte cujas engrenagens são as práticas ilegais da caça, pesca, garimpo, desmatamento e quaisquer outros extrativismos predatórios, cada vez mais articulados ao tráfico de armas, drogas, ouro e pedras preciosas.

Este texto não representa, necessariamente, a opinião de CartaCapital.

Sidarta Ribeiro

Sidarta Ribeiro
Professor titular de neurociência, um dos fundadores do Instituto do Cérebro da UFRN

Tags: , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.