Mundo

assine e leia

O apoio da China a Putin é incondicional?

O risco para a Rússia é que, se descer à posição de pária, será deixada como uma suplicante, em vez de um futuro parceiro do país de Xi Jinping

Os russos tiveram o custo diplomático de vetar sozinhos a condenação do Conselho à guerra na Ucrânia - Imagem: Loey Felipe/ONU
Os russos tiveram o custo diplomático de vetar sozinhos a condenação do Conselho à guerra na Ucrânia - Imagem: Loey Felipe/ONU
Apoie Siga-nos no

A decisão da China de se abster na noite de sexta-feira 25, no fim da votação do Conselho de Segurança da ONU condenando a invasão russa à Ucrânia, pode ser uma fonte de profunda frustração no Ocidente, mas também causará nervosismo no Ministério das Relações Exteriores da Rússia, ao ver que a proteção chinesa não é incondicional.

Diplomatas baseados no Reino Unido, analisando a posição adotada pela China no meio da semana, esperavam que Pequim se unisse à Rússia na votação contra a moção patrocinada pelos Estados Unidos, mas, assim como os Emirados Árabes Unidos e a Índia, a China se absteve, deixando a Rússia isolada no uso de seu poder de veto como integrante permanente do Conselho de Segurança.

Patrick Wintour

The Observer

The Observer
Fundado em 1791, é um semanário publicado sempre aos domingos no Reino Unido. Pertence ao mesmo grupo de mídia do reconhecido The Guardian.

Tags: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.