Mundo

Chegam ao Egito duas reféns russas libertadas pelo Hamas

As reféns são Yelena Trupanov, de 50 anos, e Irena Tati, de 73

Registro da libertação de duas reféns russas na Faixa de Gaza, em 29 de novembro de 2023. Foto: Hamas Media Office/AFP
Apoie Siga-nos no

Duas mulheres russas, sequestradas pelo Hamas, chegaram ao Egito nesta quarta-feira 29, procedentes da Faixa de Gaza, após serem libertadas pelo movimento islamista palestino. A informação é do veículo estatal egípcio Al Qahera News.

As duas mulheres foram entregues à Cruz Vermelha pelo braço armado do Hamas, “após os esforços do presidente russo”, Vladimir Putin, anunciou o movimento palestino anteriormente.

Segundo o gabinete do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, as reféns são Yelena Trupanov, de 50 anos, e Irena Tati, de 73.

No domingo, o Hamas libertou Ron Krivoi, um russo-israelense de 25 anos, também em agradecimento pelo “apoio à causa palestina” de Putin.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.