Justiça

Lewandowski suspende ordem do governo que proibia exigência de vacinação em universidades

‘As instituições de ensino têm autoridade para exercer sua autonomia universitária e podem legitimamente exigir a comprovação’

O ministro Ricardo Lewandowski, do STF. Foto: Nelson Jr./STF
O ministro Ricardo Lewandowski, do STF. Foto: Nelson Jr./STF
Apoie Siga-nos no

O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu nesta sexta-feira 31 o despacho do Ministério da Educação que impedia as universidades e os institutos federais de ensino de exigir comprovante de vacinação para liberar o retorno às atividades presenciais.

Na quinta-feira 30, o Diário Oficial da União trouxe o despacho do ministro da Educação, Milton Ribeiro, que determinava a aplicação de protocolos sanitários para evitar o contágio pelo novo coronavírus e barrava a cobrança de imunização.

Ribeiro argumentou que exigir a vacina seria uma forma indireta de torná-la compulsória, o que, segundo ele, só poderia ser feito por meio de lei.

Lewandowski suspendeu a ordem do MEC no âmbito de uma ação apresentada pelo PSB. “As instituições de ensino têm, portanto, autoridade para exercer sua autonomia universitária e podem legitimamente exigir a comprovação de vacinação”, diz trecho da decisão.

O magistrado do Supremo também anotou que o ato do MEC contraria “as evidências científicas e análises estratégicas em saúde ao desestimular a vacinação” e que o despacho de Ribeiro fere a Constituição.

“Evidente, pois, que ao subtrair da autonomia gerencial, administrativa e patrimonial das instituições de ensino a atribuição de exigir comprovação de vacinação contra a Covid-19 como condicionante ao retorno das atividades educacionais presenciais, o ato impugnado contraria o disposto nos arts. 6º e 205 a 214, bem assim direito à autonomia universitária e os ideais que regem o ensino em nosso País e em outras nações pautadas pelos cânones da democracia”, acrescentou.

Leia a íntegra da decisão:

ADPF-756-.-TPI-12

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.