Justiça

Deputadas denunciam Nelson Piquet ao MP por racismo após falas sobre Hamilton

O ex-piloto chamou o heptacampeão da Formula 1 de “neguinho” em entrevista no ano passado

O ex-piloto brasileiro Nelson Piquet e o heptacampeão britânico Lewis Hamilton - Foto: Marcello Casal/ABR e Divulgação/F1
O ex-piloto brasileiro Nelson Piquet e o heptacampeão britânico Lewis Hamilton - Foto: Marcello Casal/ABR e Divulgação/F1
Apoie Siga-nos no

Deputados do PSOL protocolaram um pedido de investigação junto ao Ministério Público do Distrito Federal e Territórios contra o ex-piloto Nelson Piquet por falas supostamente racistas direcionadas ao britânico Lewis Hamilton. 

Em transmissão em novembro do ano passado, enquanto fazia a análise de uma manobra do heptacampeão, Piquet se referiu a Hamilton como “neguinho”. 

Além dos comentários racistas, o ex-piloto também usou falas homofóbicas contra o britânico. 

Relembrando de um Grande Prêmio de Fórmula 1 de 2016, em que o finlandês Nico Rosberg venceu uma disputa contra Hamilton, Piquet faz chacota do britânico. 

“O Keke? Era um bosta, não tinha valor nenhum. É que nem o filho dele [Nico]. Ganhou um campeonato… O neguinho devia estar dando mais c… naquela época, aí tava meio ruim”, disse, às gargalhadas, na entrevista que já foi retirada do ar.

Após a divulgação dos trechos da entrevista, Piquet foi criticado por entidades do automobilismo internacional e poderá ser banido dos paddocks das corridas. 

Ele chegou a se desculpar, mas disse que houve uma tradução equivocada do português para o inglês do termo “neguinho”. Ele ainda reforçou que o uso da palavra é coloquial e de praxe entre os cariocas.

Marina Verenicz
Repórter do site de CartaCapital

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.