Economia

assine e leia

O joio e o trigo

O cartão de crédito não é o vilão do endividamento, e sim as altíssimas taxas de juro praticadas pelo mercado

Risco. A concessão indiscriminada de cartões, sem análise da capacidade de pagamento dos clientes, é outro problema – Imagem: iStockphoto
Apoie Siga-nos no

O Brasil é um dos países com maior taxa de endividamento do mundo e o atraso no pagamento de faturas de cartões de crédito é o tipo mais comum de dívida, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor, realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, a CNC. Não há, porém, um vilão nessa história. O crédito é o instrumento financeiro que faz com que os negócios aconteçam, além de aumentar a renda, gerar empregos e impulsionar a economia.

O acesso ao crédito é vital para a sobrevivência da família brasileira e das pequenas e médias empresas, reconhecidas como as maiores empregadoras. Ele impulsiona o consumo, favorece os negócios e permite que as instituições financeiras conquistem liquidez no curto prazo. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Serasa, sete em cada dez brasileiros fazem uso do cartão de crédito. Desses, 91% disseram ter mais de um cartão.

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Os Brasis divididos pelo bolsonarismo vivem, pensam e se informam em universos paralelos. A vitória de Lula nos dá, finalmente, perspectivas de retomada da vida em um país minimamente normal. Essa reconstrução, porém, será difícil e demorada. E seu apoio, leitor, é ainda mais fundamental.

Portanto, se você é daqueles brasileiros que ainda valorizam e acreditam no bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo