Cultura

assine e leia

O fantasma da criatividade

Artistas, escritores e especialistas em regulação começam a lutar contra as ameaças trazidas pelos softwares de Inteligência Artificial

Programas capazes de produzir imagens com um clique criam obras de arte “originais”. Nick Cave (acima) definiu a geração automática de canções como uma zombaria grotesca – Imagem: Elvisio e Craig Barritt
Apoie Siga-nos no

Não há necessidade de mais histórias assustadoras sobre o futuro automatizado. Artistas, designers, fotógrafos, autores, atores e músicos veem pouca graça nas piadas sobre programas de Inteligência Artificial (IA) que um dia farão seu trabalho. Aquele amanhecer sombrio já chegou, dizem eles.

Uma parte importante da produção criativa e dos empregos que antes pareciam protegidos da ameaça da tecnologia já foi capturada na web para ser adaptada, mesclada e anonimizada por algoritmos para uso comercial. E enquanto o ­GPT-4, versão aprimorada do mecanismo gerador de texto por IA, era orgulhosamente apresentado duas semanas atrás, artistas, escritores e especialistas em regulação começaram a lutar seriamente.

ENTENDA MAIS SOBRE: , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Apoie o jornalismo que chama as coisas pelo nome

Depois de anos bicudos, voltamos a um Brasil minimamente normal. Este novo normal, contudo, segue repleto de incertezas. A ameaça bolsonarista persiste e os apetites do mercado e do Congresso continuam a pressionar o governo. Lá fora, o avanço global da extrema-direita e a brutalidade em Gaza e na Ucrânia arriscam implodir os frágeis alicerces da governança mundial.
CartaCapital não tem o apoio de bancos e fundações. Sobrevive, unicamente, da venda de anúncios e projetos e das contribuições de seus leitores. E seu apoio, leitor, é cada vez mais fundamental.
Não deixe a Carta parar. Se você valoriza o bom jornalismo, nos ajude a seguir lutando. Contribua com o quanto puder.

Quero apoiar

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo