CartaExpressa,Política

Rede vai ao STF para obrigar Bolsonaro a provar ‘fraude’ nas eleições

Rede vai ao STF para obrigar Bolsonaro a provar ‘fraude’ nas eleições

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou sem provas que Aécio Neves ganhou eleição contra Dilma Rousseff. Foto: Reprodução

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou sem provas que Aécio Neves ganhou eleição contra Dilma Rousseff. Foto: Reprodução

A Rede Sustentabilidade apresentou ao Supremo Tribunal Federal um mandado de segurança para que o presidente Jair Bolsonaro seja obrigado a provar, em até dez dias, suas alegações de que houve ‘fraude’ em eleições recentes.

“O interesse público da medida decorre de modo cristalino da necessidade de resguardar a higidez do sistema eleitoral brasileiro. Ou há fraudes a serem investigadas, ou há uma disseminação massiva de notícias falsas com arroubos autocráticos de poder”, diz trecho da ação do partido.

Em transmissão ao vivo nas redes sociais na última quinta-feira 17, Bolsonaro voltou a divulgar fake news sobre eleições. “As informações que nós tivemos aqui, talvez a gente venha disponibilizar um dia, né, é que em 2014 o Aécio ganhou as eleições”, declarou. “Em 2018, eu ganhei em 1º turno.” Ele não apresentou evidências para justificar as insinuações.

Horas antes, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, já havia afirmado que “se o presidente da República ou qualquer pessoa tiver alguma prova de fraude, tem o dever cívico de entregá-la ao TSE”.

 

 

Responda nossa pesquisa e nos ajude a entender o que nossos leitores esperam de CartaCapital

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem