CartaExpressa

Polícia identifica mais uma vítima do rompimento de barragem em Brumadinho

O engenheiro de produção Luis Felipe Alves foi identificado por meio da arcada dentária após o Corpo de Bombeiros encontrar sua ossada

Créditos: Foto: Reprodução/Facebook
Créditos: Foto: Reprodução/Facebook
Apoie Siga-nos no

A Polícia Civil de Minas Gerais identificou, nesta terça-feira 3, mais uma vítima do rompimento da barragem Córrego do Feijão, em Brumadinho, ocorrido em janeiro de 2019.

O engenheiro de produção Luis Felipe Alves foi identificado por meio da arcada dentária após o Corpo de Bombeiros encontrar sua ossada. Ele trabalhava na Vale há menos de três meses e tinha 30 anos na época da tragédia.

Segundo a Polícia, o engenheiro é a 265ª vítima do ocorrido. Outras cinco pessoas ainda seguem desaparecidas: Cristiane Antunes Campos, Maria de Lurdes da Costa Bueno, Nathalia de Oliveira Porto Araújo, Olímpio Gomes Pinto e Tiago Tadeu Mendes da Silva.

A última vez que o Corpo de Bombeiros encontrou um corpo na região foi em outubro de 2021.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.