CartaExpressa

PF abre inquérito contra Bolsonaro para investigar associação da vacina à Aids

A abertura da investigação foi informada nesta quarta ao Supremo; a PF também pediu o compartilhamento dos autos que apuram se presidente vazou dados de investigação sigilosa

Presidente da República tenta se justificar por fake news sobre vacina e Aids. Foto: Reprodução
Presidente da República tenta se justificar por fake news sobre vacina e Aids. Foto: Reprodução
Apoie Siga-nos no

A Polícia Federal informou na quarta-feira 2 ao Supremo Tribunal Federal que abriu um novo inquérito contra Jair Bolsonaro (PL), dessa vez para apurar a falsa associação da vacina da Covid com o desenvolvimento da Aids, feita pelo ex-capitão em outubro de 2021. A apuração havia sido determinada pelo ministro Alexandre de Moraes em dezembro daquele ano. A informação é do jornal O Estado de S. Paulo.

No ofício desta quarta, encaminhado ao ministro, a delegada Lorena Lima Nascimento, além de determinar a abertura da nova investigação, pediu ainda o compartilhamento da apuração prévia do caso feita pela Procuradoria-Geral da República.

A delegada solicitou ainda que o STF faça o compartilhamento dos autos de investigação que apontam que Bolsonaro foi o responsável por vazar informações de uma investigação sigilosa da PF, que apurava um ataque hacker ao sistema do Tribunal Superior Eleitoral. Bolsonaro faltou ao depoimento, a PGR pediu arquivamento do caso, mas a PF considerou que o ex-capitão teve culpa no episódio.

Na ocasião em que Bolsonaro associou falsamente a vacina contra a Covid-19 à Aids, sua afirmação foi amplamente desmentida por especialistas no tema. O vídeo foi removido das redes sociais. O caso também foi relacionado por Moraes ao modus operandi das milícias digitais, alvo de outro inquérito no STF.

CartaCapital
Há 27 anos, a principal referência em jornalismo progressista no Brasil.

Tags: , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.

Leia também

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor...

Apoiar o bom jornalismo nunca foi tão importante

Obrigado por ter chegado até aqui. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, que chama as coisas pelo nome. E sempre alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se este combate também é importante para você, junte-se a nós! Contribua, com o quanto que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo completo de CartaCapital.