CartaExpressa,Política

Moraes aceitou compartilhar dados do Inquérito das Fake News com a CPI da Covid, diz Randolfe

Moraes aceitou compartilhar dados do Inquérito das Fake News com a CPI da Covid, diz Randolfe

Foto: Reprodução/CNN Brasil

Foto: Reprodução/CNN Brasil

A cúpula da CPI da Covid detalhou o teor do encontro com o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, nesta terça-feira 24. Um grupo de 8 senadores pediu ao magistrado o compartilhamento de informações do Inquérito das Fake News com a comissão.

Segundo o vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), os senadores solicitaram acesso a dados “que têm relação direta com a pandemia, para que isto subsidie o relatório final de Renan Calheiros”. Randolfe afirmou a jornalistas que o pedido foi prontamente acolhido por Moraes, relator do inquérito.

O parlamentar disse que o grupo também manifestou “uma posição da ampla maioria do Senado de que o dito pedido de impeachment que o presidente da República propôs contra o ministro Alexandre de Moras deve imediatamente ser arquivado, por ser totalmente impertinente”.

De acordo com o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), “tudo aquilo que se tratar de fake news em relação à propagação de medicamentos que não foram comprovados cientificamente e contribuíram com a morte de brasileiros é de responsabilidade da CPI”.

Aziz declarou ainda que “o núcleo que pede o fechamento do Congresso e do STF é o núcleo negacionista que defende imunização de rebanho e medicamentos não comprovados cientificamente”. O objetivo da cúpula da comissão é que os responsáveis estejam no relatório de Calheiros.

 

 

Um minuto, por favor...

Obrigado por ter chegado até aqui. Combater a desinformação, as mentiras e os ataques às instituições custa tempo e dinheiro. Nós, da CartaCapital, temos o compromisso diário de levar até os leitores um jornalismo crítico, alicerçado em dados e fontes confiáveis. Acreditamos que este seja o melhor antídoto contra as fake news e o extremismo que ameaçam a liberdade e a democracia.

Se você acredita no nosso trabalho, junte-se a nós. Apoie, da maneira que puder. Ou assine e tenha acesso ao conteúdo integral de CartaCapital!

Compartilhar postagem