CartaExpressa

Michelle Bolsonaro ironiza quebra de sigilos: ‘Bastava me pedir!’

A medida foi autorizada pelo ministro do STF, Alexandre de Moraes, no contexto da investigação da PF sobre o desvio de presentes recebidos em viagens oficiais

Michelle e Bolsonaro Foto: Sergio Lima / AFP
Apoie Siga-nos no

A ex-primeira dama, Michelle Bolsonaro usou as redes sociais nesta sexta-feira 18 para ironizar a permissão para sua quebra de sigilo fiscal e bancário. A medida, solicitada pela Polícia Federal, foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, na noite da sexta-feira 17. A quebra também se estende ao ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Pra que quebrar meu sigilo bancário e fiscal? Bastava me pedir! Quem não deve, não teme!”, escreveu Michelle.

Ainda na publicação, a esposa de Jair Bolsonaro (PL) mencionou uma suposta ‘perseguição política’ contra ela.

“Fica cada vez mais claro que essa perseguição política, cheia de malabarismo e inflamada pela mídia, tem como objetivo manchar o nome da minha família e me fazer desistir. Não conseguirão! Estou em paz”, completou.

As quebras de sigilo se dão no contexto da operação que investiga o desvio de presentes recebidos em viagens oficiais pelo governo do ex-capitão.

Créditos: Reprodução Redes Sociais

ENTENDA MAIS SOBRE: , , , , ,

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Relacionadas

Jornalismo crítico e inteligente. Todos os dias, no seu e-mail

Assine nossa newsletter

Assine nossa newsletter e receba um boletim matinal exclusivo

Um minuto, por favor…

O bolsonarismo perdeu a batalha das urnas, mas não está morto.

Diante de um país tão dividido e arrasado, é preciso centrar esforços em uma reconstrução.

Seu apoio, leitor, será ainda mais fundamental.

Se você valoriza o bom jornalismo, ajude CartaCapital a seguir lutando por um novo Brasil.

Assine a edição semanal da revista;

Ou contribua, com o quanto puder.